17 OBJETIVOS DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – Moradias populares recebem energia fotovoltaica e Eco Fossas em Alto Paraíso

Com base nas metas do milênio estabelecidas pela ONU, o governo do estado de Goiás, através da Agehab, e a prefeitura de Alto Paraíso, realizam ações contidas nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Roberto Naborfazan**

Escolhido para ser referência em desenvolvimento sustentável e inovação, através da implementação de ações baseadas nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), o município de Alto Paraíso de Goiás passa a ser piloto na implantação de energia fotovoltaica e de Eco Fossas (sistema ecológico de tratamento de esgoto) em moradias populares.

Martinho Mendes, Luiz Stival, Marcos Abrão e a senadora Lúcia Vânia em visita ao canteiro de obras.

No dia 12 de maio, o presidente da Agehab, Luiz Stival, acompanhado da senadora Lúcia Vânia, do deputado Marcos Abrão, do prefeito Martinho Mendes, e da equipe técnica da Agência, fizeram visita ao canteiro de obras das quarenta unidades habitacionais no Setor Novo Horizonte, que estão recebendo equipamentos para geração de energia solar fotovoltaica, ligada à rede da Celg. O procedimento fará do município e também do Estado de Goiás pioneiros no País na adoção de diretrizes sustentáveis em habitações para famílias de baixa renda.

Unidades habitacionais no Setor Novo Horizonte estão recebendo equipamentos para geração de energia solar fotovoltaica, ligada à rede da Celg. FOTOS: Bernardo Silva

Famílias beneficiárias foram convidadas para acompanhar o início da instalação dos equipamentos e receberam palestra sobre o funcionamento do sistema. Beneficiários que tiveram capacitação profissional para instalação e manutenção dos equipamentos receberam os certificados.
Segundo Luiz Stival, a atuação da Agehab com capacitação profissional dos beneficiários dos programas habitacionais do Governo de Goiás possibilitará a manutenção do sistema no futuro, gerando emprego e renda para as famílias. “Por determinação do governador, estamos buscando novas tecnologias para melhorar os processos construtivos e proporcionar qualidade de vida às famílias atendidas. Mas a Agehab tem também uma missão social muito grande, principalmente com a criação de condições para promoção da autonomia das famílias. Aliamos o aspecto inovador do sistema e buscamos a capacitação profissional dos próprios moradores para ocupar esse espaço no mercado de trabalho que está sendo aberto. É o que estamos fazendo em Alto Paraíso, aplicando um programa de eficiência energética que gere economia e oportunidade de emprego e renda para as famílias”, destaca o presidente da Agehab.

Beneficiários receberam os certificados em capacitação profissional para instalação e manutenção dos equipamentos.

O investimento do Governo de Goiás no projeto de instalação das placas fotovoltaicas em Alto Paraíso foi de R$ 120 mil. São R$ 3 mil por unidade, com recursos do programa Cheque Mais Moradia.
De acordo com Luiz Stival, a implantação de energia fotovoltaica em moradias de interesse social despertou o interesse das empresas para o mercado das moradias populares. “Ao assumir esse desafio, Goiás estabelece um parâmetro para a popularização dessa tecnologia. O avanço da execução da política habitacional no Estado representa oportunidade para que mais parceiros, públicos e privados, se engajem na missão de construir moradias de interesse social sustentáveis em todos os aspectos”, ressalta.

Praças sustentáveis
Outra ação do Governo de Goiás no município, escolhido para ser modelo em sustentabilidade no País, é a construção de duas praças com conceito sustentável, também com Cheque Mais Moradia modalidade Comunitário, em parceria com a prefeitura.
Essas ações em Alto Paraíso fazem parte do Programa Território do Bem Viver – 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), coordenado pela Secretaria de Cidades e Meio Ambiente (Secima), lançado no ano passado pelo governador Marconi Perillo.

Sistema ecológico de tratamento de esgoto
O conjunto habitacional do Setor Novo Horizonte recebe também outra importante ação baseada no desenvolvimento sustentável; a instalação de Eco Fossas, um sistema biológico autônomo de tratamento de esgoto, em substituição as fossas sépticas. A iniciativa partiu da prefeitura de Alto Paraíso, através da equipe de engenharia e da secretária de obras.

Com recursos da prefeitura, o sistema biológico autônomo de tratamento de esgoto (Eco Fossas) está sendo instalado nas unidades habitacionais do Setor Novo Horizonte.

“Estamos buscando nos alinhar as metas do milênio e aos 17 ODS. Todas as secretarias do governo municipal estão envolvidas, buscando conhecimento para efetuar ações que gerem sustentabilidade e inovação para nossa comunidade, nos tornando referência para o Brasil e o mundo. A instalação das Eco Fossas nas 40 unidades habitacionais do Setor Novo horizonte, com recursos do município, faz parte dessa meta. O governador Marconi Perillo tem colocado todo as secretarias do estado para nos auxiliar e a superintendente para o meio ambiente e recursos hídricos da Secima, Jacqueline Vieira, vem coordenando com muita competência essa parceria entre o estado, o município e organizações não governamentais, visando esclarecer e integrar a população nesse importante projeto”, afirmou o prefeito Martinho Mendes.

Com recursos da prefeitura, o sistema biológico autônomo de tratamento de esgoto (Eco Fossas) está sendo instalado nas unidades habitacionais do Setor Novo Horizonte.

A proposta de transformar Alto Paraíso, considerada a principal porta de entrada da Chapada dos Veadeiros, numa referência em sustentabilidade, teve início em outubro de 2015, durante encontro do governador Marconi Perillo com o líder espiritual humanitário Sri Prem Baba, do movimento Awaken Love. Os 17 objetivos já pré-definidos são globais. Entre eles estão: Produção e Consumo Sustentável, Proteção do Clima, Saneamento, Paz e Justiça.
A implementação dos ODS em Alto Paraíso é a que mais avança entre todos os municípios escolhidos no Brasil devido a esse empenho dos governos do estado, do município e de todos os parceiros que abraçaram a causa.

Marconi Perillo, acompanhado do mestre Sri Prem Baba, apresentou ao governador Geraldo Alckmin, o projeto de transformação de Alto Paraíso na primeira cidade sustentável do Brasil. Foto: Diogo Moreira

No início deste mês, o governador Marconi Perillo, acompanhado do mestre espiritual Sri Prem Baba, apresentou o projeto de transformação de Alto Paraíso na primeira cidade sustentável do Brasil para o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Na ocasião, Marconi Perillo afirmou que “Em nenhum lugar do mundo nós vamos encontrar um clima tão propício ao desenvolvimento de um projeto tão nobre, como este. Porque não são apenas as autoridades, é toda essa energia catalisada por tantas pessoas de boa vontade. Em lugar nenhum no mundo vamos encontrar tantos dons e talentos reunidos em favor de uma causa só. Tanta sinergia e convergência como a que nós temos lá”.

**Com dados da assessoria de
comunicação da Agehab.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *