EDUCAÇÃO – CMEI Criança Feliz comemora o Dia Internacional da Família.

Evento Para a Família e 2ª Feira Cultural marcaram as comemorações do Dia Internacional da Família no CMEI Criança Feliz do Setor Novo Horizonte, em Alto Paraíso de Goiás. Evento já faz parte do calendário escolar do município.

Roberto Naborfazan

Feira Cultural acontece paralelamente as comemorações do Dia Internacional da Família.

Há, em todo o Brasil, um grupo de trabalhadores na educação pública, seja ela no âmbito federal, estadual ou municipal, que prefere colocar suas diretrizes em sala de aula baseadas nos dogmas do ensino sindicalizado, gessado, com a mais valia se sobrepondo ao foco principal, que é a formação do aluno/cidadão. Ao se inscreverem para concursos ou cargos comissionados, sabem de antemão o quanto o trabalho da área é pouco valorizados pelos governos, no entanto, assumem para depois deixar alunos, carentes de aprendizado, sem aula. Não raro, também sem a alimentação principal, através de merenda escolar. São greves, atestados, entre outros “empoderamentos” que valorizem a classe. Mas, e o alunos?

A integração e dedicação de professores, monitores e funcionários com formação de bons cidadãos fazem do CMEI Criança Feliz uma referência regional.

É maioria, no entanto, e para o bem do Brasil do futuro, os que se colocam no caminho do verdadeiro sacerdócio que é ser o orientador, mestre, educador e, não raro, exemplo para crianças que se tornarão cidadãos de uma sociedade cada vez mais exigente.

A diretora Rosimar da Silva foi exaltada pela competência e seriedade que dedica no atendimento as crianças, funcionários e a comunidade.

Em Alto Paraíso de Goiás, região nordeste do estado, o Evento Para a Família, no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Criança Feliz, do Setor Novo Horizonte, já faz parte do calendário de atividades escolares. E pelo segundo ano consecutivo acontece, paralelamente, a Feira Cultural, que a cada ano busca conscientizar as crianças, desde a primeira infância, sobre temas que auxiliam na boa formação do caráter. A unidade atende crianças de 0 a cinco anos de idade. Ali trabalham vários dos bons exemplos no exercício do bem ensinar.

Prefeito Martinho Mendes, antes de fazer a entrega de uma máquina de lavar, destacou que “A riqueza de detalhes, o reaproveitamento de material, o elevado grau pedagógico e a integração entre alunos, professores, monitores e familiares faz do CMEI Criança Feliz uma referência não só em Alto Paraíso, mas para toda região”.

Em cada ano um novo projeto é apresentado para ser o Tema dentro das comemorações do Dia Internacional da Família (15 de maio), mas realizado pelo CMEI Criança Feliz sempre no final do mês. Este ano as atividades aconteceram no dia 26. A doação de cada professor e de todos os funcionários em geral, sob a coordenação da diretora, Professora Rosimar da Silva, torna o evento cada vez mais festivo e pedagógico. Com isso, o envolvimento dos pais, responsáveis, familiares e amigos dos alunos com a escola, une a comunidade em torno dos problemas e também na busca por soluções.

O Lúdico na Vida e na Escola.O aprendizado em forma de brincadeiras tem se mostrado eficaz.

Sempre focada e criativa, Rosimar da Silva relata que este ano a Feira Cultural foi preparada com o intuito de atingir objetivos baseados nas questões relacionados a visão dos problemas na vida cotidiana, que refletem a atual situação do planeta. “Nosso foco é propiciarmos aos alunos, seus familiares e a todos os participantes a oportunidade de, ao mesmo tempo em que se divertem, refletir, descobrir e apontar caminhos para uma vida harmônica entre homem e natureza. Buscamos também dar ênfase a importância da presença dos pais, responsáveis e familiares na vida das crianças, que, unida a uma educação com qualidade na escola, é fundamental na formação do caráter e da consciência cidadã”. frisa a diretora.

O tema OS SENTIDOS trabalhou a sensibilidade aos mecanismos do corpo, possibilitando o exercício da visão, audição, tato, olfato e paladar.

A criatividade dos professores, assimilada pelos alunos, ficou evidente logo na abertura da Feira Cultural, quando as crianças fizeram apresentação teatral, além de dançarem, com coreografia ensaiada, as músicas tocadas por Robinho dos Teclados. Grande emoção quando alunos, professores, familiares e todos os presentes cantaram a música gospel Família, de Regis Danese.

Sustentabilidade e meio ambiente, temas importantes para crianças moradoras na Chapada dos Veadeiros.

Cada sala de aula foi decorada com um tema específico, como histórias infantis, meio ambiente, fauna e flora do cerrado, entre outros, n’um trabalho minucioso e bem elaborado. Após um reforçado café da manhã, os alunos e professores convidaram as autoridades, pais e familiares para conhecerem os detalhes da Feira.

Professora Maria Helena e o monitor Gilmar desenvolveram trabalho sobre meio ambiente.
Através de imagens e recortes, os alunos mostraram e aprenderam valores como economizar água e preservar mananciais.

“A riqueza de detalhes, o reaproveitamento de material, o elevado grau pedagógico e a integração entre alunos, professores, monitores e familiares, faz do CMEI Criança Feliz uma referência não só em Alto Paraíso, mas para toda região. Através da professora Rosimar, quero externar meus parabéns à todos os envolvidos. Essa é a educação que queremos para nossos filhos, e o empenho de vocês aqui do CMEI vem tornando isso uma realidade. Nossa administração se manterá firme no propósito de formar bons cidadãos, e eventos como esse mostram que estamos no caminho certo”. Disse, entusiasmado, o prefeito Martinho Mendes, que aproveitou o evento para entregar uma máquina de lavar roupas que ficará a disposição do CMEI.

Diretora Rosimar da Silva – “Ao ouvir histórias, a criança tem a oportunidade de enriquecer e alimentar sua imaginação, ampliar seu vocabulário”.
Dentro dos tema Histórias infantis, Chapeuzinho Vermelho e o Casamento de Dona Baratinha ganharam destaque.

Temas e abordagens

A professora Cristiene e a monitora Nalvinha, do Maternal I-A, trabalharam o tema da sala abordando O Lúdico na Vida e na Escola, buscando desenvolvimento dos alunos através do contato com diversos materiais para jogos infantis, de vários tamanhos, cores, formas e espessuras. O aprendizado em forma de brincadeiras tem se mostrado eficaz.

A professora Soraya e a monitora Ester, do Maternal I-B, abordaram o tema Os Sentidos, onde os alunos puderam trabalhar a sensibilidade aos mecanismos do corpo, manuseando objetos que possibilitam o exercício da visão, audição, tato, olfato e paladar.

Tema atual, o combate ao mosquito da Dengue foi abordado.
A exposição de pneus velhos e utensílios que acumulam água parada, deu às crianças noções de como cuidar do ambiente em que vivem.

Já na turma do Maternal II-A, da professora Maria Helena e do monitor Gilmar, foi desenvolvido trabalho sobre meio ambiente, conscientizando as crianças sobre a importância da preservação da natureza, e que isso se inicia ao cuidarmos de nossa casa e nossa cidade.

A turma do maternal II-B, orientados pela professora Elizabeth e pela monitora Elvani, desenvolveram tema sobre a Água. Através de imagens e recortes, os alunos mostraram e aprenderam valores como economizar água, preservar mananciais e a importância da água para a sobrevivência do planeta.

Incentivo gera, já na primeira infância, o interesse pela leitura nas crianças.

As professoras do maternal III, Patrícia e Maria Nivea e as monitoras Lucilene e Solange (substituta da monitora Jackeline), desenvolveram o tema Histórias Infantis, exaltando contos tradicionais como O Casamento da Dona Baratinha e Chapeuzinho Vermelho. Em um vídeo exibido aos pais, os alunos representaram as personagens das histórias infantis.

“As histórias e os contos de fadas participam da infância, juntamente com o brincar, e trazem expressões da fantasia e dos anseios da criança, ajudando-a a lidar com aspectos inconscientes. Ao ouvir histórias, a criança tem a oportunidade de enriquecer e alimentar sua imaginação, ampliar seu vocabulário, permitir sua autoidentificação e autorreconhecimento, aprender a refletir para aceitar situações relativas às dimensões diversas da vida, além de desenvolver o pensamento lógico que favorece a memória e o espírito crítico através da manifestação de humor e de satisfação de sua curiosidade natural”, destaca Rosimar da Silva.

Apresentação teatral e dança com coreografia ensaiada, os som das músicas tocadas por Robinho dos Teclados animou a abertura do evento.

A turma do Jardim I, da professora Andrea, desenvolveu tema sobre a Fauna e a Flora do Cerrado, incentivando os alunos a valorizarem as riquezas do nosso bioma natural. Os trabalhos em material reciclado, representando animais, merece destaque pela riqueza nos detalhes. A exposição de sementes e frutos do cerrado fez brotar na petizada o conhecimento do quanto a integração homem/natureza é fundamental para a vida.

A turma do Jardim II, da Professora Glessiana, buscou abordar um tema atual e que precisa ser lembrado cotidianamente, o combate ao mosquito transmissor de doenças como a Dengue, Zika e Chikungunya, o Aedes Aegypti. A exposição de pneus velhos e utensílios que acumulam água parada, deu às crianças noções de como cuidar do quintal de suas casas e do ambiente em que vivem, além da conscientização sobre limpeza e retirada de lixos e entulhos, moradias favoritas do mosquito.

O envolvimento dos pais, responsáveis, familiares e amigos dos alunos com a escola une a comunidade em torno dos problemas e também na busca por soluções.

Pais, familiares e autoridades que compareceram ao evento formaram uma só voz no elogio ao belo trabalho desenvolvido pelos professores e monitores junto as crianças no CMEI Criança Feliz. A diretora Rosimar da Silva foi exaltada pela competência e seriedade que dedica no atendimento as crianças, funcionários e a comunidade.

Além do prefeito Martinho Mendes, também compareceram ao evento a secretária da rede de proteção social, Maiuza Leite, vice-prefeito Marlon Bandeira, a secretária de educação, Licia Mary, o presidente da Câmara de vereadores, pastor Marloni, o padre Joacir D’Abadia, o vereador Serginho, o chefe de gabinete do prefeito, Moises Neto, secretários de governo do município e pessoas da comunidade.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *